Curiosidades

As comemorações de Natal pelo mundo!

blog-post-natal

Faltam pouquíssimos dias para a data mais mágica do ano! É no Natal que nos reunimos com a família e jantamos esperando a chegada da meia-noite. Como tradição, trocamos presentes entre familiares, amigos e entes queridos.

É comum também confraternizarmos, ao longo do mês de dezembro, com as pessoas da empresa, com primos distantes, com os colegas de alguma atividade ou com aqueles que não vemos com tanta frequência, mas que sempre desejamos o bem.

Para comemorar a quase chegada da data, pesquisamos e encontramos várias tradições natalinas pelo mundo. Algumas diferenças são quase inexistentes, outras são encantadoras ou surpreendentes! Confira nosso post aqui e não deixe de acompanhar nossa série no Instagram.

Alemanha

Christmas market in Frankfurt

Já na véspera do primeiro domingo de Dezembro, começa o Advento, que só termina na véspera do Natal. Durante este período é comum as famílias prepararem calendários grandes e especiais com bolsos costurados ou alguma espécie de portinha para que pequenos presentes sejam postos, funciona como uma contagem para o Natal. É uma tradição tão forte que é comum encontrar marcas de doces que fazem esses calendários para vender. Outra tradição é a Coroa do Advento, que é toda decorada com motivos natalinos e conta com quatro velas. No primeiro domingo, a primeira vela é acendida; no segundo, a primeira e a segunda vela e por aí vai. Os Mercados de Natal também marcam essa época! Tradicionalmente, eles iniciam com o Advento e acabam ao meio-dia do dia 24/12, mas é comum ver Mercados começando em Novembro e se prolongando até Janeiro. As barraquinhas que formam o Mercado são decorados e vendem principalmente artesanato, porcelanas, chás, velas e comidas típicas. Na Alemanha as famílias também se reúnem na véspera do Natal para a ceia e para distribuir presentes. Até aí muito parecido com o Brasil, mas a árvore (o pinheiro de verdade) só é enfeitada no próprio dia 24!

Argentina

Night street in Ushuaia

Os argentinos celebram o Natal de uma forma bastante parecida com a nossa aqui no Brasil. As diferenças são apenas duas: o Natal começa meia-noite em ponto, enquanto a gente já costuma iniciar a festa algumas horas antes e, bem cedo pela manhã, soltam-se fogos de artifício.

Canadá

Os canadenses têm neve durante o Natal, fazendo com que o cenário fique lindo – embora seja muito, muito, muito frio. As crianças aproveitam o gelo para patinar, entre outras brincadeiras na neve. Fofas, é tradição que eles deixem leite e biscoitos ao lado da lareira para que o Papai Noel se alimente. Pode ser que tenham algumas cenouras paras as renas também. Afinal, são elas que carregam os presentes!

Coréia do Sul

christmas tree

O Natal é celebrado na Coréia do Sul, mas com uma pegada diferente. Se aqui se trata de um feriado religioso, por lá o sentido é mais romântico. Pois é, em algum momento, vendeu-se a ideia de aproveitar a ocasião das ruas cheias de luzes para uma espécie de Dia dos Namorados. Muitos casais saem a noite para aproveitar os cenários iluminados e trocam presentes entre si. Isso também acontece no Japão!

Estados Unidos

Big Christmas balls in New York City

A grande fábrica de filmes de Natal deu para a gente uma grande ideia de como a celebração é por lá. A comemoração é apenas no dia 25, mas o Papai Noel viaja pela noite deixando os presentes nas casas para que, ao amanhecer, as crianças já encontrem seus pacotes. A árvore de Natal também é um importante símbolo e as famílias costumam comprar os pinheiros naturais, que são cultivados em fazendas especializadas no assunto! As famílias também costumam tirar uma foto juntos para, dali, montar cartões de Natal para enviar para outros parentes, amigos e pessoas queridas.

Filipinas

Philippino village with Christmas decorations

Se você acha que uma certa loja de roupas costuma iniciar o Natal cedo, é porque você não conhece a tradição nas Filipinas. Por lá são quatro meses de tradições natalinas! De Setembro a Dezembro, é comum ouvir músicas tradicionais. Dá para ouvir muita “Noite Feliz”! Durante esse período acontecem muitas festas e já com muita antecedência, as pessoas desejam Feliz Natal com a maior felicidade do mundo nas ruas. Ao invés do chester ou do peru, por lá se assa o lechon – o leitão – e, assim como acontece em Berlim, por lá também tem o Festival das Luzes, onde vários prédios são decorados com luzes para um efeito incrível.

Finlândia

Winter Reindeer sled racing in Ruka in Lapland in Finland

Como sabemos, é no norte da Finlândia (mais precisamente em Korvatunturi ou Lapônia) que Papai Noel mora junto com a esposa e suas renas. Os preparativos para o Natal na Finlândia começam logo no primeiro final de semana de Dezembro com os Domingos de Advento. No primeiro Domingo, as famílias acendem uma vela na janela. No segundo domingo, duas velas. E assim até que o último chegue com a queima de quatro velas, que manifestam a chegada do Natal. As guirlandas nas portas das casas, enfeites e luzes também fazem parte das decorações natalinas, que tem como protagonista a árvore. Assim como nos EUA, as famílias que vivem nos centros urbanos tendem a comprar seus pinheiros de vendedores alguns dias antes do Natal. Já quem mora no campo e conta com uma floresta, tem como tradição cortar a própria árvore. Outra curiosidade é que ao meio-dia do dia 24, a mensagem da Paz de Natal é transmitida por todo país em todos os meios possíveis! Essa tradição começou na Idade Média e perdura até hoje com a saudação “Rauhallista Joulua” (tradução: “Tenha um pacífico Natal!”).

França

Christmas decorations on Champs ?lys?es

O franceses encontram no Natal uma data especial para encontrar a família e trocar presentes com pessoas queridas. A decoração é bastante livre, mas existem algumas tradições que ajudam a compor o cenário. Por exemplo, é comum que as pessoas que são mais devotas ao catolicismo forrem a mesa com 03 toalhas brancas para representar a Santíssima Trindade, além de três castiçais com velas brancas e três taças com gérmen de trigo. As famílias que não são tão religiosas, não seguem essa tradição, mas sempre colocam uma toalha branca e uma vela. A ceia dos franceses é farta, com direito a ostras, foie gras, salmão e o peru assado – recheado com carne de porco, alho e cebola! Para quem ama doce, o “bûche de Noël” faz a felicidade. É um bolo à base de manteiga, com o formato de um tronco de árvore. O bolo é recheado com frutas, castanhas ou frutos secos, e é decorado a gosto. Mas se você ama mesmo doces, a boa é ir para Province onde tem a tradição das 13 sobremesas – cada uma com um significado especial ligado ao nascimento de Jesus.

Gana

Pottery Market in Accra Ghana

O Natal em Gana começa a ser celebrado no dia 20/12 e vai até a primeira semana de Janeiro. Várias atividades são realizadas e muita gente costuma viajar para visitar parentes e amigos pelo país. Além do Natal, Dezembro é um mês a ser celebrado por causa do cacau, afinal Gana é o segundo maior produtor de cacau do mundo e dezembro marca o início da colheita. Na véspera de Natal, é comum que as pessoas realizem serviços na Igreja acompanhados de dança e música, enquanto as crianças participam de peças natalinas. Mas tem gente que celebra de outras formas, já que é muito comum as igrejas estarem lotadas, impossibilitando que todo mundo faça a mesma coisa. Neste caso, as pessoas se vestem as tradicionais roupas coloridas, soltam fogos de artifício e fazem sua própria festa. Na manhã do Natal, quem está na Igreja volta para casa para que possam trocar presentes. Para comer, é costume servir sopa de guisado ou quiabo, mingau, carnes, arroz e uma pasta de inhame conhecida como “Fufu”. Também é costume ir a Igreja no dia 31/12 para agradecer a Deus por ter enviado Jesus e rezar para um próspero e seguro Ano-Novo!

Inglaterra

Christmas Lights in London

O Natal na Inglaterra é celebrado durante o próprio dia 25/12. A ceia acontece durante a tarde e se prolonga até a noite. A comida é bastante parecida com a nossa, sendo servido o peru assado, batatas assadas, vegetais cozidos e uma linguiça enrolada no bacon. Também são servidas as mince pies, que são tortinhas que podem ser recheadas com carne moída, frutas secas, ovos, entre outras. Junto com a tradição de beijar debaixo do visgo, também tem outro costume que ocorre muito por lá: as pessoas se enviam muitos cartões de Natal e, por isso, é tradição montar um varal em alguma parte da casa para pendurar todos aqueles que foram recebidos. Muitas cantatas e festas natalinas ocorrem durante Dezembro, mas no dia 25 é que a mágica acontece: além da mensagem da Rainha pela TV, tudo para para celebrar o Natal: mercado, museus e até o transporte. Nada funciona. Se você precisar se locomover, terá que ligar para um serviço para agendar uma corrida e pagar mais do que o normal. No dia seguinte ao Natal tem o Boxing Day, quando praticamente todas as lojas entram em uma superliquidação, tipo Black Friday. Neste dia as principais linhas de transporte funcionam para que todo mundo possa comprar! Contam que a origem do Boxing Day vem dos tempos que os chefes davam dinheiro, uma espécie de bônus, dentro de uma caixa aos seus funcionários no dia de Natal. O dia seguinte, portanto, era dia de torrar o dinheiro!

Islândia

Christmas Time around the Corner

O Natal na Islândia tem algo de folclórico no meio das músicas natalinas já conhecidas e das decorações que costumamos ver. O aspecto folclórico vem agora: desde cedo as crianças aprendem sobre a Grýla, uma espécie de Velho do Saco de lá. A Grýla é uma mulher troll que vive nas montanhas com o marido, os 13 filhos e o gato preto – e todos eles, exceto pelo marido, desempenham um papel no Natal. Reza a lenda que, duas semanas antes do Natal, a Grýla desce das montanhas com os filhos. Ela desce para caçar crianças para colocar em seu caldeirão e os filhos para aprontar, mas também para servirem de Papai Noel. As crianças, seguindo a tradição, deixam a cada um dos 13 dias que antecedem o Natal, um sapato na janela. Para aquelas bem comportadas, um dos Papai-Noéis deixa um pequeno presente no sapato. Quem foi mal-comportado, ganha uma batata! E o gato preto? Bem aí vem a outra parte da lenda: todo mundo na Islândia tem que vestir roupas novas no Natal, do contrário podem ser devoradas pelo Gato do Natal – que é tão grande quanto uma casa! Acredita-se que a história do Gato do Natal surgiu há muito tempo, quando as crianças costuravam as próprias roupas. A lenda foi criada como estímulo para que elas terminassem logo seus afazeres!

Japão

Illumination

Por lá a maioria das pessoas são Budistas ou Xintoístas e, por isso, não comemoram o Natal como os Cristãos. A festa tem uma conotação mais comercial, assim como o Halloween, que foi adotada pela população ao longo dos anos. A decoração natalina, no entanto, é bastante forte e conta com muitas luzes pelas ruas – assunto este que, convenhamos, os japoneses e chineses mandam muito bem. Como ceia, as famílias costumam comer frango frito e bolo de creme com morangos.

Austrália e Nova Zelândia

Perfect Sandman With Carrot Nose And Sunnies

Devido ao verão, as duas nações abraçaram o calor corrente e adaptaram o Natal a estação, sem se prenderem ao tradicional. A população da Austrália, por exemplo, comemora o Natal e o Ano Novo na praia! Costumam comer pratos com camarão e praticam o críquete. A Nova Zelândia encontra o brasileiro que há dentro de si e faz um churrasco para a família e amigos. De sobremesa, a pedida é a pavlova: uma espécie de bolo com merengue e frutas vermelhas frescas ou kiwi.

 

E você, conhece mais alguma tradição de algum país diferente? Conta pra gente!

 

Deixar um comentário

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkdin
Share On Pinterest