12 Lugares para Passar a Lua de Mel!

12 Lugares Para Passar a Lua de Mel

Para casar e ser feliz ao lado de quem se ama não tem data, nem mês, nem hora. Mas, como todos nós sabemos, Maio é o conhecidíssimo mês das Noivas e, para inspirar quem em breve colocará os pés no altar, listamos algumas sugestões de destinos para o casal passar a merecida e tão esperada Lua de Mel.

Procuramos listar aqui não apenas aqueles destinos que todo mundo já sabe que são ótimos, como Paris, por exemplo, mas também incluímos lugares que vão se encaixar nos mais diversos gostos e bolsos, tanto no Brasil quanto no exterior.

Lembrando ainda que o Mundi compara preços de passagens aéreas e hotéis que são oferecidos pelas companhias aéreas e agências de viagens online. A grande vantagem é que você não precisa pesquisar em vários sites para encontrar o melhor preço. Então, para encontrar preços para vários cantos do mundo, é só vir aqui e pronto :)

Agora vamos para nossa lista: 12 Lugares para Passar a Lua de Mel!

paris-torre

Paris

A Cidade Luz que inspirou tantos artistas e que é tão rica culturalmente, conta com cenários charmosos por onde é fácil transitar: seja por transporte público, de bicicleta ou a pé.

veneza

Veneza

Transitar com gôndolas, ver a arquitetura única, passear, atravessar as pontes e mergulhar no charme de Veneza fazem de lá um destino romântico ideal.

Fernando de Noronha

Fernando de Noronha

Quer um destino melhor para quem quer sol, praia e água fresca? Fernando de Noronha é um dos lugares mais bonitos e incríveis do Brasil – ideal para quem curte contato com a natureza!

jericoacoara

Jericoacoara

Longas caminhadas pela areia fofa com cenários que envolvem mar e rochas não será a única coisa a se fazer. Durante o dia pode-se fazer passeios em lagoas, manguezais e praticar esportes. E não se preocupe: a vida noturna por lá também é agitada!

natal-1

Natal

Para ir para Natal, tem que curtir o litoral. Sem querer rimar, visite as praias, caminhe pelo calçadão, coma frutos do mar, delicie-se com frutas e outras opções leves. Acima de tudo, divirta-se!

maragogi

Maragogi

O mar cristalino, areia fininha, coqueirais e recifes, Maragogi conta ainda com piscinas naturais imensas! A gastronomia é um assunto a parte, que promete ser uma experiência que deixará saudades.

punta-cana-caribe

Caribe

Quem ouve falar no Caribe logo se imagina pegando sol com um mar muito azul logo a frente. A imaginação não engana, mas relaxar ou praticar esportes aquáticos também entram na agenda daqueles que gostam de aliar descanso e aventura em uma viagem.

tailandia

Tailândia

Exótico define esse destino, então, quem quiser passear por lá tem que estar pronto para abraçar um novo mundo e cair na aventura. Cultura, praia e comidas apimentadas recebem o turista para uma viagem que promete ser única!

ilhas-mauricio copy

Ilhas Maurício

Vizinha do próximo destino que falaremos (Seichelles) e da famosa Madagascar, Ilhas Maurício ganha fácil o coração de turistas por seu cenário espetacular. Em sua visita, não deixe de ir ver o vulcão adormecido e saborear pratos que vão dos franceses aos orientais.

Seychelles

Seichelles

Seichelles (ou Seychelles) é um país formado por ilhas no continente africano, que tem como norte o turismo sustentável. Alguns passeios são obrigatórios, como o de barco no Parque Nacional Marinho. E se você curtir esportes aquáticos, lá é O lugar! Além disso, explore trilhas, tome banho de cachoeira e tire muitas fotos.

buenos-aires

Buenos Aires

Nossos vizinhos oferecem a quem os visita uma cidade fácil para fazer longas caminhadas, vários parques para se passear, vida noturna ativa, dança, vinhos bons e baratos e uma bela seleção gastronômica.

Bariloche

Bariloche

A um pouco mais de duas horas de Buenos Aires, Bariloche é um ótimo destino para praticar esportes na neve e curtir um friozinho.

Enviado em Dicas de Viagem, hotéis | 0 Comentários

Um lugar diferente: Islândia!

12-lugar-diferente-islandia

É, é um lugar diferente mesmo. Quantas pessoas tem o sonho de viajar para lá? Pois é, não é um dos lugares mais conhecidos do planeta, mas, assim como outros destinos já vistos por aqui, quem vai para lá, certamente volta com outra visão de mundo – e isso vai além da expressão.

Afinal, onde fica a Islândia?

Sabe aquele pontinho no “meio” do Oceano Atlântico norte? É a Islândia.

E como chego lá?

O jeito mais fácil é pegar um avião de Londres. Em coisa de três horas você está lá. Pesquisamos o trecho em várias datas e encontramos voos disponíveis em todas elas. Ótimo sinal!

Uma curiosidade sobre a Islândia é que…

É o quarto país com o maior custo de vida do planeta, perdendo para a Suíça, Noruega e Venezuela.

Se você for para lá no inverno, suas chances de ver um aurora boreal são imensas!

A Islândia é conhecida como a “Terra do Gelo e do Fogo” e o motivo é que o país apresenta geleiras e vulcões o.O

Um lugar fácil para se viajar: o país só tem uma estrada de asfalto (a principal, chamada Ring Road) que dá a volta na ilha inteira!

Graças ao site londonso.com, vimos que na Islândia se comemora o Dia da Esposa e o Dia do Marido. E todo ano eles elegem o melhor bolo entre as padarias. O vencedor tem a receita guardada em segredo e o bolo é vendido em todos os lugares. Fofos!

E o que eu faço por lá?

Se você pegar um carro ou viajar pelas estradas, não faltarão fotos a serem tiradas. Afinal, você encontra paisagens assim…

Ring road around Iceland

Falando em paisagens, você pode visitar lugares incríveis como Skógafoss que, dependendo de qual época do ano seu passeio for, pode estar assim:

Skogafoss in Iceland_verao

 Ou assim:

Skogafoss in Iceland_inverno

Mais uma vez, dependendo da época do ano em que for sua visita, você poderá ver esse incrível fenômeno da natureza e ter uma super mega blaster experiência de vida:

aurora-boreal-islandia

E olha como Reykjavík, a capital da Islândia, é! Uma curiosidade é que ela é a capital mais setentrional do mundo ou, em outras palavras, está bem ao norte. Durante o inverno, os dias duram apenas quatro horas e no verão as noites como conhecemos não existem, rá!

Reykjavik-Iceland

Vendo assim até parece um lugar calminho do interior, né? Em partes não se está de todo errado, afinal a população não é tão grande assim, mas eles são animados, curtem festa e lotam baladas, bares e restaurantes.

Parques e lagos também se fazem presentes e um dos grandes atrativos está no spa termal Blue Lagoon. Para tratamentos, recomenda-se reservar com alguns dias de antecedência, mas em um passeio comum é relativamente tranquilo tomar um banho tradicionalmente islandês nas águas quentes. Os valores variam conforme estação e pacote (se terá tratamento, toalha, chinelo, voucher de bebida ou nada disso), mas vão de 35 a 98 euros – mais ou menos.

blue-lagoon-islândia

Outras informações

Clima: O verão é fresco e entre maio e agosto há mais presença de luz (em torno das 20 horas). O inverno acontece quase ao contrário, a luz dura entre quatro e cinco horas; e a temperatura parece não descer mais do que três graus negativos.

Moeda: Coroa islandesa

Idioma: Islandês, mas pode falar inglês!

População total: um pouco mais de 300 mil

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem, Em Destaque | 0 Comentários

12 pratos para experimentar em sua viagem pela América do Sul

07-blog

A comida típica de cada lugar pelo qual passamos é praticamente um ponto turístico. Experimentar essa parte do país é enriquecedor, pode quebrar preconceitos gastronômicos e, claro, é delicioso. Na nossa lista de hoje, apresentamos as comidas típicas dos nossos vizinhos que, se possível, você não pode deixar de provar.

Argentina

Nossos vizinhos hermanos tem uma culinária excelente: carnes, doces, sorvetes… Um tour gastronômico de primeira!

chorizo

Bife de Chorizo

Em todo lugar que você for é seguro encontrá-lo ao lado das papas fritas. O prato preferido dos argentinos é uma carne macia, geralmente mal passada e muito boa! Pode ser que seja muito cheia de óleo/gordurosa também, mas se você for a um restaurante acostumadíssimo com brasileiros, já poderá sentir mais cuidado nesse campo.

Doce de Leite

É uma das grandes maravilhas das terras argentinas, dificilmente você encontrará um tão bom quanto algum vendido por lá.

empanada-argentina

Empanada

Claro! É uma espécie de pastel de forno, com uma massa mais fina não quebradiça, e com muito recheio. São várias opções, mas a de carne, uma das mais tradicionais,  geralmente são bem temperadas e com pedacinhos de ovos.

Alfajor

Quem nunca pediu para alguém trazer um alfajor que atire a primeira pedra. O doce (bem doce) típico da Argentina, conquista fãs do mundo inteiro. Ele também é facilmente encontrado no Uruguai, que conheceremos daqui a pouco.

Uruguai

Algumas comidas encontradas aqui também são encontradas na Argentina, como os destaques do alfajor, o doce de leite e as carnes.

Chivito

Também é visto por toda parte do Uruguai. Trata-se de um sanduíche bem grande que é servido no prato, sendo possível dividir entre duas pessoas. Ele é composto por pão, bife, batata frita, bacon, queijo, alface, tomate, azeitona e ovo. Não fique surpreso se o seu vier com alguma coisa a mais para complementar o lanche (ou o almoço!)

asado-uruguai

Asado de Tira

Para quem ama carne e churrasco, o Asado de Tira (que são costelas) é a pedida certa. Um lugar bem tradicional onde você pode experimentar o Asado de Tira é no Mercado de Montevidéu.

Chile

Os chilenos tem em sua culinária uma grande influência peruana e adoram frutos do mar!

Chacarero

É um sanduíche feito com bifes fininhos de carne bovina, carne de porco, rodelas de tomate, feijão verde e pimenta!

Pastel de Choclo

Pastel de Choclo

Não é um pastel como estamos acostumados. Ele vem em uma espécie de cumbuca e leva milho moído, carne, cebola picada, um pouco de frango, pedacinhos de ovos cozidos e azeitona.

Peru

ceviche

Ceviche

Feito com bastante limão, cebola, pimenta picada a gosto, sal e, claro, peixe, a comida promete conquistar o coração de quem experimenta. E há quem diga: não há ceviche igual ao peruano, feito com ingredientes da casa e peixe fresco.

Bolívia

Saltenha

Muito parecida com a empanada argentina, mas dizem que o recheio boliviano é único!

Equador

Sanduche de Chancho

Sanduche de Chancho

É um sanduíche de pernil no pão francês (ou similar) temperada no sal, limão e alho. É comum encontrá-lo com cebola e pimentões por cima e, também, com vários acompanhamentos. É uma iguaria tão comum por lá que pode ser visto em barraquinhas na rua até em grandes restaurantes.

Colômbia e Venezuela

Arepa rellena

É um sanduíche que pode ter diversos recheios, como carne, frango, atum etc. A parte que envolve o recheio é feita a partir da farinha de milho, que é misturada ao sal e água. Ovos e leite, na produção, são opcionais. É tão popular que tem até rede de fast-food que vende a iguaria.

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem, Em Destaque | 0 Comentários

Um lugar diferente: Tóquio!

05-um-lugar-diferente

Com uma cultura completamente diferente da nossa, Tóquio é um destino a que poucos se destinam. Longe de ser a viagem mais comum da que se ouve falar, quem se aventura vive uma experiência única com muitas histórias para serem contadas nesse lugar que consegue ser sinônimo do que há de mais moderno e tradicional ao mesmo tempo. Como diria uma frase no site do TripAdvisor, Tóquio é onde você pode reverenciar os tempos antigos antes de se acabar em um bar de karaokê. Vamos conhecer um pouquinho mais desse lugar diferente? Continue lendo!

Afinal, quanto tempo leva um voo para lá?

São mais ou menos 23h de voo, mas relaxa que todos os aviões saindo de São Paulo (que foi a cidade que pegamos de exemplo) fazem pelo menos uma parada para esticar as pernas. Contando com a parada, é fácil que o tempo de viagem, por trecho, alcance facilmente as 26h de deslocamento – no mínimo.

Qual é a diferença de fuso horário?

Tóquio está a doze horas na frente do Brasil (lembrando que estamos considerando aqui o horário de Brasília), então enquanto aqui são 15h do dia 05/05, por exemplo, lá já são 03h do dia 06/05. É melhor se comunicar por email para não acordar ninguém por aqui enquanto você estiver lá ;)

É caro conhecer Tóquio?

Aqui no Mundi você pode comparar preços para ver, mais rapidamente, qual é a companhia ou agência que está cobrando o melhor preço. Nós realizamos uma pesquisa de curiosidade, como teste, para saber o custo básico de uma viagem para lá. Os resultados foram:

Aéreo: Saindo de São Paulo para passar 10 dias em Tóquio em Outubro (e pesquisando em Maio), achamos passagens por R$ 2.691, sem as taxas.

Usando os filtros do Mundi para achar hotéis, pesquisamos por um hotel bem avaliado que fosse barato. Encontramos a diária para duas pessoas pelos dez dias a partir de R$ 1.656.

Os meios de transporte são tranquilos?

Trens, ônibus e metrôs estão disponíveis com pontualidade britânica. Locomoção não será um problema.

E a segurança?

É uma cidade segura, apresentando índices baixos de criminalidade, mas o conselho seguinte é o mesmo que daremos para qualquer cidade grande – sendo você turista ou não: cuidado nunca é demais! Entre uma rua escura e deserta e outra iluminada e movimentada, não escolha a primeira opção. E por aí vai…

 E a comida?

A famosa comida japonesa que tanto adoramos aqui no Brasil também existe lá, claro, e, assim como aqui, também apresenta preços altos. Mas é importante dizer que não é só de sushi que vivem os japoneses.

Em sua culinária, você encontra arroz, vegetais, sopa com pasta de feijão (miso), peixe ou carne (galinha, boi ou porco). O macarrão também é muito popular e são servidos acompanhados de vegetais e/ou carne.

Não há necessidade de ficar com medo de passar fome por lá, afinal comida de toda parte do mundo é facilmente encontrável em Tóquio – especialmente a chinesa -, além de ter oferta de hambúrgueres e dos fast foods mundiais.

Quando ir?

O verão por lá é bem quente e úmido, mas dependendo de qual parte do Brasil você seja, isso nem será um problema. Sem contar que é nessa época que ocorrem festivais com fogos de artifício. Sendo no Japão, já dá para ficar a dica que é incrível. Para pegar temperaturas mais agradáveis, programe sua visita para algum momento entre março e novembro.

O que fazer?

O que fazer? Tem um monte de coisas! Parques, museus, teatros, parques de diversões, zoológicos e aquários etc e tal. Como grandes destaques temos o Monte Fuji, o Museu Nacional de Tóquio, o Santuário de Meiji Jingu, Shibuya (o bairro que centraliza a moda), Tokyo Sky Tree, Tokyo Tower…

Ao redor da cidade também tem passeios que podem ser interessantes. Por exemplo, se você estiver com crianças, talvez seja uma boa dar um pulo na Tokyo Disneyland (dá para ir de metrô!) e em Yokohama tem um parque aquático.  Ao norte da capital, temos Nikko, o lugar ideal para quem gosta de História.

Compras – Claro, essa parte não poderia faltar! A meca dos eletrônicos, brinquedos, louças e, de algum tempo pra cá, das lojas de departamento, promete fazer sua mala ficar apertada com tanta coisa.

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem, Em Destaque | 0 Comentários

05 Lugares para ver a Aurora Boreal

30-aurora-boreal

A aurora boreal é um fenômeno natural que acontece por causa do choque feito por partículas de vento solar no perímetro magnético terrestre que ocorrem em regiões polares do planeta. Uma curiosidade é que o fenômeno também ocorre em Júpiter, Saturno, Marte e Vênus. Em palavras com menos peso científico: é um espetáculo de luzes e cores que aparecem no céu e que atraem muitas pessoas para observar.

Como ainda não dá para ir até Júpiter, Saturno, Marte ou Vênus para ir ver a Aurora Boreal, vamos listar 05 lugares aqui mesmo no planeta Terra onde você pode curtir essa experiência única.

É importante dizer que vale (e muito) conferir a previsão antecipadamente para certificar-se das chances de conseguir ver uma.

aurora-boreal-canadá

Canadá

Provavelmente um dos locais mais fáceis e mais econômicos para se ver uma Aurora Boreal. E tem muitas opções por lá: em volta do Lago Superior (Ontário), a tundra do norte do Canadá e a área próxima de Yukon.

aurora-boreal-islandia

Islândia

Um local ideal para ver algo diferente em um lugar diferente. Durante o inverno é o período certo para ver a Aurora Boreal e o Parque Nacional de Pingvellir tem planícies ideais para ver o fenômeno. Fica a dica: para chegar até lá, uma das formas mais simples é pegar um avião em Londres.

aurora-boreal-alaska

Alasca

Assim como ir para a Islândia, viajar para o Alasca é uma experiência única. E para elevar isso ao máximo, procure ir para o Parque Nacional de Denali – ideal para assistir ao fenômeno.

aurora-boreal-noruega

Noruega

Se tem um lugar quase certo de se ver uma Aurora Boreal, esse lugar é a Noruega, mais precisamente em uma cidade chamada Tromso, que fica acima do Círculo Polar Ártico e já está acostumada com o número de pessoas que procuram o fenômeno.

aurora-boreal-russia

Rússia

Prepare-se para congelar na península de Kola, mas ser contemplado com o fenômeno. O lugar fica praticamente inteira acima do Círculo Polar Ártico e é bastante procurado para ver a Aurora Boreal no céu.

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem, Em Destaque | 1 Comentário

Um lugar diferente: Budapeste!


28-um-lugar-diferente

Budapeste fica na Hungria e muita gente coloca esse destino no roteiro de outras viagens pela Europa. O acesso e a saída de lá são bem fáceis, então não tem como ser uma furada – você pode ver mais sobre logo abaixo. Sem dizer, é claro, que é um dos lugares mais bonitos do continente europeu! Algumas curiosidades são: Budapeste é dividida entre Buda e Peste (ou Pest) e o famoso rio Danúbio (foto) não é azul como reza a lenda.

A cidade é fácil, fácil de conhecer a pé ou através dos transportes públicos, então a forma dependerá apenas da disposição do turista.

Como Chegar?

Estando no Brasil, você pode pegar um avião para lá; mas geralmente não é a escolha mais comum. A grande parte dos turistas combinam uma viagem a Budapeste com outras em torno.

Se o segundo caso é o seu, você pode chegar de aviãotrem (consulte as saídas para não furar seu roteiro) e até de navio - algumas empresas oferecem cruzeiros com passeios que passam por várias cidades, incluindo Budapeste, cujas paradas duram alguns dias.

Preciso de visto?

Não, turistas brasileiros só precisam do passaporte para entrar na Hungria.

E a temperatura?

De Abril a Outubro os termômetros indicam números mais amenos.

O que fazer?

Lindos edifícios vão chamar sua atenção para vários cliques das máquinas, assim como o rio Danúbio, que corta a cidade. O metrô subterrâneo é o mais antigo da Europa e uma volta nele vale a pena, afinal é praticamente um ponto turístico. Mas vai além: você poderá visitar museus, galerias de arte, igrejas (destaque para a Igreja de São Matias), parques (confira a ilha Margarita), óperas etc. Olha, não deixe de ir ao Castelo de Buda!

E para terminar o dia?

Tem banhos turcos – alguns em antigos palácios – e baladas: que podem acontecer em casas de festa e até em navios abandonados! Um cenário bem diferente do habitual. Se você quiser algo mais calmo, explore os concertos e/ou restaurantes e bares.

Culinária

É muito comum encontrar a páprica pelos pratos locais em duas versões: a doce e a picante. Dificilmente você terá problemas em comer, visto que a variedade de refeições parecem agradar a maior parte do público.

Por exemplo, você pode pedir uma Páprikas Csirke - que é galinha com molho cremoso. Se não estiver afim, vá de Gulyás - um ensopado de carne tradicionalíssimo e dito como obrigatório. O Lángos é da família da pizza, sendo feita com um pão frito com cobertura de queijo ralado e sour cream, mas há outras opções a serem escolhidas! Se você estiver se sentindo básico, a boa pode ser uma Palacsinta, que é um crepe enrolado. Afim de um pãozinho? Uma Pogácsa pode ser sua melhor opção – o detalhe é que, em seu topo, tem queijo gratinado. E para quem gosta de doces: Somlói Galuska - um bolo que leva rum, baunilha, chocolate e chantilly.

 

Fonte de pesquisa: 

Janelas Abertas
Folha de São Paulo

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem, Em Destaque | 0 Comentários

07 cidades para conhecer de bicicleta!

cidades-para-conhecer-de-bicicleta

Uma coisa que todo mundo sabe é que viajar é muito bom, mas algumas pequenas mudanças no jeito de cumprir o roteiro podem fazer toda a diferença – e o resultado é transformar suas férias em algo bem mais especial. A lista de hoje traz uma sugestão legal, diferente, econômica e saudável! Veja abaixo uma lista de sete cidades para serem conhecidas de bicicleta.

Amsterdã

Essa lista não estaria completa se Amsterdã não estivesse presente, afinal ela é a cidade top quando o assunto é ciclismo. As ruas são preparadas para o tráfego, contam com postos de aluguel e tem até sinal especial. Diferente é quem nunca deu uma volta de bike por lá.

buenos-aires-grande

Buenos Aires

Com ruas lindas e presença de muitos parques, Buenos Aires também convida seus visitantes (e moradores, claro) a alugar uma bicicleta e dar muitas voltas pela cidade. Vale dizer que o serviço de aluguel é fácil para turistas e que existem passeios fechados por agências destinados a quem gosta de andar sob duas rodas.

Barcelona

Turistas se dão muito bem em Barcelona, visto que a cidade conta com uma ciclovia que cerca sua área metropolitana. Além disso, o programa de aluguel de bicicletas, o Bicing, ficou conhecidíssimo – e tem vários pontos por lá.

Paris

Paris

Quer charme maior do que pedalar pela Cidade Luz? A querida da Europa marca presença na lista por ter um serviço de aluguel público de bicicletas que inspirou Nova York e Londres a adotarem a ideia.

Montreal

Montreal, no Canadá, leva a bicicleta no coração e como meio de transporte há muito tempo. Já no final dos anos 80 via-se ciclovias construídas e prontas para o uso! Um dado interessante é que costumamos ligar a ideia de andar de bicicleta com a luz do dia, mas por lá o uso durante a noite também é comum!

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Embora a rede de aluguel de bicicletas não cubra a cidade inteira, a paisagem do Rio de Janeiro – e o estilo de vida dos cariocas, que são comumente vistos indo ou voltando do trabalho de bike – convida a quem visita a conhecer toda a orla da Zona Sul em cima das duas rodas.

São Paulo

Pode parecer estranho ver São Paulo, uma cidade tão movimentada e cheia de carros, figurando nessa lista. Acontece que é cada vez mais comum ver pessoas usando a bicicleta como opção de transporte, lazer e esporte. São Paulo possui ciclofaixas temporárias, que funcionam apenas aos domingos e feriados nacionais, e aquelas que são permanentes em bairros mais calmos, com menos fluxo de veículos. Para dar uma olhada no mapa das bicicletas da cidade, clique aqui.

E se você souber de outras cidades – dentro ou fora do Brasil – que poderiam servir de exemplo quando o papo é andar de bicicleta, deixe aqui nos nossos comentários!

 

Pesquisa: Exame

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem, Em Destaque | 0 Comentários

07 cidades para curtir o frio!

sete-cidades-para-curtir-o-frio

A temperatura está caindo e nada melhor do que ir para algum lugar aconchegante para escapar um pouco do cotidiano e de toda a movimentação que a rotina nos traz.

Pensando nisso, listamos algumas cidades que ganham espaço pelo seu charme e hospitalidade quando o assunto é curtir o friozinho.

Vale lembrar que a procura por hotéis aumenta muito nessa época, então o planejamento é fundamental para garantir bons preços e vagas.

Use os filtros do Mundi para achar as melhores opções muito mais rápido!

- Petrópolis, no Rio de Janeiro

Encontre hotéis em Petrópolis

- Monte Verde, em Minas Gerais

Encontre hotéis em Monte Verde

- Campos do Jordão, em São Paulo

Encontre hotéis em Campos do Jordão

- Gramado, no Rio Grande do Sul

Encontre hotéis em Gramado

- Gravatá, em Pernambuco

Encontre hotéis em Gravatá

- Buenos Aires, na Argentina

Encontre hotéis em Buenos Aires

- Santiago, no Chile

Encontre hotéis em Santiago

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem, Em Destaque, hotéis | 0 Comentários

Um lugar diferente: Bonito!

14-BONITO

Bonito, no Mato Grosso do Sul, é uma verdadeira riqueza ecológica, com a presença predominante do verde, pássaros, peixes e muito mais. Todo o clima é muito propício para o turismo de aventura, incluindo a prática de rapel, mergulho, flutuação, arborismo, passeio de bote e caminhadas – muitas caminhadas.

Como Chegar?

Tem duas opções de aeroporto para chegar a Bonito de avião, mas há uma grande diferença entra os dois:

Aeroporto de Bonito: legal, fácil, prático, sem custos adicionais! Sim, verdade, mas vale dizer que é um aeroporto pequeno que recebe muitos aviões particulares e poucos comerciais – não é todo dia que tem voos, por sinal. Todos esses fatores influenciam no preço: as passagens para lá passam fácil a faixa dos mil reais, sem a inclusão de taxas.

Já a alternativa…

Aeroporto de Campo Grande: fica a 261 km de distância de Bonito, mas o valor da passagem é bem (BEM), bem menor, além de receber e oferecer voos para diversos dias e horários.

A viagem saindo da capital leva até quatro horas. O valor dos transfers compartilhados com outros passageiros até Bonito giram entre R$ 80 e R$ 100 por pessoa. Se estiver em uma viagem em grupo ou se quiser ir sozinho, tem a opção do transporte particular também. Faça uma pesquisa e peça cotações para encontrar as melhores ofertas para você!

Quando ir?

Entre dezembro e março: é o período de chuvas, mas, ao contrário do que se pensa, é um ótimo momento para apreciar as paisagens, pois é quando a vegetação está bem verde e o nível dos rios sobe.

Entre junho e agosto: as águas ficam mais claras, o que aumenta a visibilidade quando você for fazer flutuação.

Julho: é quando acontece o Festival de Inverno!

Com quanto tempo de antecedência devo marcar tudo?

Pelo menos quatro meses antes, pois os preços tendem a aumentar, assim como o interesse das pessoas em irem viajar. Se for em alta temporada, então, quanto mais cedo, melhor. Vale lembrar que isso também se deve pelo fato de todos os passeios serem feitos através de agências de turismo receptivo credenciadas.

Quanto tempo ficar?

Pelo menos cinco dias para poder fazer os passeios e as visitas. Se quiser fazer os passeios com mais folga, fique alguns dias a mais. Fora isso, conte um dia para a viagem de ida e outro para a viagem de volta.

O que fazer?

Visite o Abismo Anhumas, a Gruta do Lago Azul, a Lagoa Misteriosa, a Fazenda Ceita-Corê, a Gruta de São Miguel, o Parque Ecológico Rio Formoso, o Balneário Municipal, o Buraco das Araras, a praia da Figueira, o Balneário do Sol, além, é claro, de fazer a famosa flutuação e tomar banho de cachoeira.

Se você for ligado(a) em aventura, não deixe de praticar os esportes radicais também – você estará no lugar certo. Pratique mergulho, rapel, a descida das corredeiras com a bóia, o rafting, trekking e o arvorismo!

Tem vida noturna?

Tem, mas ela pode começar cedo do que o de costume. Por lá, você pode ir para o barzinho, para algum restaurante e até assistir uma palestra no Projeto Jibóia, que falará sobre a importância da preservação do animal.

 

E para pesquisar hotéis e passagens aéreas em conta, não deixe de acessar www.mundi.com.br

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem | 0 Comentários

05 filmes que te deixam com vontade de viajar

09-filmes

Formas de se inspirar para fazer uma viagem: perguntar para aos amigos, visitar blogs de viagem (como o do Mundi, por exemplo!), ler alguns livros e, claro, ver filmes! Hoje você vai conferir uma listinha de alguns filmes que vão te deixar com muita vontade de viajar. Mas, se você souber de outro, deixe nos comentários!

Encontros e Desencontros

Bob e Charlotte estão em Tóquio por razões diferentes, mas tem algo em comum: estão solitários e sem conseguir dormir. Nisso acabam se conhecendo em um bar e logo ficam amigos. Juntos eles descobrem a cidade e conhecem Kelly, com quem viverão algumas aventuras por lá!

tokyo

Diários de Motocicleta

Conta a história da viagem que Che Guevara e seu amigo Alberto Granado fizeram pela América do Sul de moto. Mas a moto quebra oito meses depois e eles continuam o trajeto pedindo carona e caminhando.

rosario-argentina

Meia Noite em Paris

Apaixonado pelos grandes autores da década de 20, Gil vai a Paris com a noiva e seus sogros; mas a viagem acaba se tornando muito maior e bem mais divertida do que a planejada anteriormente.

paris

Manhattan

Um escritor divorciado se vê em uma situação constrangedora quando sua ex-mulher vai viver com uma amiga e decide publicar um livro revelando assuntos particulares do relacionamento deles. Vai dar vontade de viajar, pois Woody Allen (diretor) é apaixonado por Nova York e as tomadas que mostram a cidade são totalmente cativantes.

manhattan

Na Natureza Selvagem

Em busca da liberdade, o protagonista decide viajar sem roteiro pelos Estados Unidos conhecendo muitas pessoas pelo caminho. Depois de dois anos ele decide que a próxima aventura será o Alasca!

alaska

 

 

 

Enviado em Curiosidades, Dicas de Viagem, Em Destaque | 0 Comentários
Página 1 de 12712345Última »