Dúvidas do Viajante

6 maiores dúvidas sobre viajar com milhas aéreas

Provavelmente você já ouviu falar de pessoas que viajam usando milhas aéreas constantemente e, por isso, o assunto chama tanto a atenção.

Afinal, quem não quer viajar praticamente de graça, não é mesmo? Apesar de não ser bem assim, já que você gastou para ter as milhas, a ideia que fica é essa.

Um dia o uso de milhas aéreas já foi muito mais flexível do que é hoje. As mudanças nas operações das companhias resultaram em regras rígidas.

Assim como as regras das milhas aéreas, os vencimentos também ficaram mais restritos, significando usá-las ou perdê-las.

Mesmo dentro da rigidez das políticas, as milhas aéreas continuam sendo uma ótima opção para viajar mais.

Mas é preciso ficar atento: da mesma forma que acontece com a compra de passagens com cartão ou dinheiro, o viajante precisa encontrar boas oportunidades.

Afinal, como funcionam as milhas aéreas?

A ideia das milhas aéreas é bem simples, funcionando como um programa de fidelidade como qualquer outro.

A partir dos seus gastos no cartão de crédito (e outras frentes), você acumula pontos. Tais pontos são convertidos em milhas aéreas.

Com as milhas em mãos, você pode trocá-las por passagens e viajar de graça. Pode ser que você consiga a ida e a volta, pode ser que seja apenas um trecho.

As vantagens dependerão diretamente do número de milhas que você tem e do valor (em milhas) daquela passagem aérea que você quer adquirir.

Confira as 5 principais dúvidas quando o assunto é milhas aéreas

1. Como eu ganho milhas aéreas?

Como explicamos anteriormente, você acumula pontos através dos gastos que você tem no seu cartão de crédito.

A cada um dólar gasto , você acumula um número X de pontos que, posteriormente, podem se transformar em milhas.

No entanto, não é só através do cartão que você pode acumular milhas aéreas, apesar desta ser a forma mais comum, mais fácil e mais rápida de fazê-lo.

Outras formas de ganhar milhas é comprar em lojas parceiras do seu programa de fidelidade (falaremos mais em breve) e em locais que permitam o acúmulo de pontos.

2. Como transformar pontos em milhas aéreas?

Você deve entrar em contato com a emissora do seu cartão de crédito e solicitar que seus pontos sejam transferidos para o programa de fidelidade.

O programa de fidelidade pode ser um conveniado ao banco (e que terá maiores vantagens) ou o de sua preferência.

Para isso, você deve ter um cadastro prévio no programa de fidelidade da sua escolha e fornecer a identificação para a emissora do cartão.

É bom lembrar que os pontos não vão automaticamente para o programa de fidelidade. Você precisará pedir a transferência sempre que quiser.

3. As milhas são apenas para viagens?

O maior atrativo de acumular milhas está justamente em trocar os pontos por passagens. Mas você não está condicionado a apenas isso.

É possível trocar os pontos acumulados por serviços e até mesmo produtos, tudo dependendo do seu programa de fidelidade. 

4. Como usar seus pontos para viajar

Bem, o primeiro passo é se inscrever em programas de fidelidade – ou no programa de pontos/milhas de uma companhia aérea. 

Vale também se inscrever em programas de recompensas de hotéis que permitem ganhar pontos/milhas. 

Você não precisa se inscrever em todos os programas existentes, mas cabe uma pesquisa para escolher o mais adequado para você.

Uma dica é procurar focar no programa de fidelidade da companhia aérea em que mais costuma viajar, uma vez que viajando você também acumula pontos.

Outra dica é procurar se inscrever no programa de fidelidade que costuma apresentar os melhores benefícios ou aquele que está atrelado à companhia aérea que tem os preços ou que voa para o destino que você quer ir.

5. Qualquer pessoa pode usar minhas milhas aéreas?

Sim! Assim como acontece com a compra de passagens aéreas por terceiros, você pode realizar a compra para um familiar ou amigo.

Ao comprar o voo, basta preencher os dados do passageiro com o nome e documentos da pessoa que irá viajar. 

Atente-se para não repetir os dados do comprador!

6. Posso vender minhas milhas aéreas?

Pode! A prática, apesar de não ser a favorita das companhias aéreas, não é considerada ilegal ou fora das regras.

Vender milhas é uma ótima forma de garantir uma renda extra com os pontos que você não vai conseguir aproveitar.

 

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários para a gente!Assim as informações ficam mais ricas para você e para outros viajantes!

 

Já conhece o Mundi?

O Mundi é um site que compara preços de passagens aéreas, hotéis, aluguel de carros e pacotes.

Ao invés de abrir várias janelas para encontrar a melhor opção para sua viagem, é só pesquisar no Mundi e pronto!

Nosso serviço é gratuito, fazendo com que você economize tempo e dinheiro ao decidir viajar.