Dúvidas do Viajante

Câmera esportiva para viajar: vale a pena?

As câmeras esportivas (ou câmeras de aventura) foram febre por um bom tempo, mas elas ainda estão na lista de desejos de muita gente. A mais famosa delas é a GoPro. Elas são muito legais mesmo, não tem como negar! Um olho um pouquinho só mais treinado logo percebe quando uma foto ou uma filmagem foi feita em uma GoPro e não em uma câmera normal. As imagens feitas por esquiadores, surfistas, paraquedistas etc são incríveis e nossa mão coça para comprar uma máquina dessas. Mas a pergunta que fica é: será que todos os destinos de viagens ou momentos pedem uma câmera de aventura ou esportiva?

Vamos ver!

O grande plus dessa câmera, e talvez tenha sido por isso que ela se tornou tão popular aqui no Brasil, é que elas permitem tirar fotos e filmar debaixo d’água graças à caixa estanque, que proteje o aparelho da água. Em um país cheio de praias, isso é um grande atrativo!

Desenvolvida para quem pratica esportes e curte aventura, ela foi especialmente feita para se adaptar à várias perspectivas e posições – por isso todos aqueles acessórios. Além disso, ela também foi feita para aguentar o tranco. Como assim?, você pergunta.

Para se ter ideia do que estamos falando, em 2013, um grupo de estudantes mandou uma GoPro para o espaço (vídeo abaixo) com a ajuda de um balão que estourou ao chegar na estratosfera! A câmera despencou em queda livre por 30km e chegou aqui na Terra completamente intacta. É impressionante!

Tudo bem que ela estava em uma outra case de proteção feita pelos estudantes, mas estamos falando de 30km em queda livre! Não é pouca coisa. Quantos celulares não racham quando caem de uma mesa, não é mesmo? Existem outros vídeos na internet de GoPros que caíram de alturas gigantes e sobreviveram para contar história mesmo com a proteção básica.

Mas ela é para todos os momentos?

Não.

A GoPro e outras câmeras esportivas vão ficar te devendo em ambientes fechados ou noturnos.

E aquele zoom para captar aquela imagem que está distante? É, também não vai rolar.

Ahhh, mas já tem em 4k! Verdade, mas se você não tiver um aparelho (TV, por exemplo) que rode em 4k, não vai ser aquele tcham todo, não.

A GoPro 4 Silver já conta com o visor de LCD na traseira, como toda câmera digital, mas as demais não. Isso é algo próprio da marca, pois a grande angular dele permite captar uma grande parte do cenário, deixando o LCD meio “pra quê?”. Além disso, dá para conectar com os smartphones e ver do celular ou outros gadgets – mas aí é tchau, bateria!

Ter uma GoPro é ter um brinquedo muito legal, mas é caro. Já existem câmeras esportivas mais em conta do que ela, a primeiríssima no ramo, que já vêm com os acessórios e tudo mais por nem um terço do preço da pioneira. Mas vale estudar com carinho, afinal, é comum que a qualidade também caia junto com o preço.

Se sua vontade for ter uma GoPro, a gente vai te entender! Mas você tem que ficar ligado nos custos. Não adianta ter apenas a câmera com a caixa estanque, que já vem na compra da câmera. Muito em breve, se não imediatamente, você vai querer (ou será necessário) ter outros acessórios.

Conselho de amigo: leve seus próprios acessórios se for utilizar a câmera na prática de esportes ou passeios radicais durante uma viagem. Não dá para contar com a sorte do seu passeio ter capacetes com o adaptador, pois todo mundo do grupo quer contar com a mesma sorte, e se você não correr, não vai conseguir. E aí não vai adiantar nadinha ter levado a câmera. Experiência própria de quem está escrevendo este post!

Ter uma câmera esportiva vale a pena?

Essa é sempre uma pergunta difícil e, como tudo na vida, as câmeras esportivas (ou a GoPro) tem suas vantagens e desvantagens. Mas, sendo objetivo, aí vai a resposta: as câmeras “normais” e as esportivas se complementam, andam de mãos dadas e se completam para quem gosta do assunto. Enquanto o forte de uma é tirar fotos, a câmera esportiva é boa pra filmar.

Se a grana estiver curta e se você não tem como bancar duas, pense em sua realidade para responder isso: qual das duas você irá aproveitar mais? Qual tipo de foto ou filmagem você mais costuma ou tem interesse em fazer?

Quer uma ideia? É comum ouvir histórias de pessoas que compraram uma câmera esportiva nova para fazer uma viagem e vendeu pela internet depois. Tem gente que compra, usa e depois aluga para estudantes de Cinema, Comunicação ou pequenas produtoras. É um jeito de aproveitar a câmera sem ficar no prejuízo caso use pouco ou caso não se adapte.

Ou também: tem muitos viajantes que já compraram câmeras usadas para fazer uma viagem já sabendo que ela não seria de uso principal ou recorrente depois.

Melhor aproveitamento de uma câmera esportiva

As câmeras esportivas são ótimas para viagens de aventura com direito a tirolesa, rafting, mergulho, voo de asa delta, passeios por cenários únicos, trilhas etc. Por ser leve, resistente e compacta, ela se adapta fácil em qualquer lugar ao ar livre.

É perfeita para quem, além disso, costuma praticar esportes de forma recorrente, como andar de skate, praticar surf, fazer motocross etc e também para quem curte editar vídeos.

Não é uma boa para…

Uma câmera esportiva pode não ser uma boa ideia para quem quer tirar fotos apenas da família ou dos amigos durante uma viagem ou se você também pretende usá-la para festas em ambientes fechados (principalmente se com pouca luz) ou de detalhes – que geralmente pedem zoom.

 

Tá achando que faltou alguma coisa? Deixe nos comentários para a gente e ajude outros viajantes a escolher a melhor câmera! E não deixe de ficar de olho na nossa série sobre câmeras para viajar 😉

2 Comments

Deixar um comentário