Dicas de Viagem

Museus gratuitos de Norte a Sul do Brasil!

Os Museus guardam em si uma grande importância e devem ser visitados sempre que possível. Além de educativos, eles contam e preservam partes da nossa história a partir de várias perspectivas – cultural, tecnológica etc. Sem dizer que os museus podem também abrigar coleções de obras de arte ímpares e de suma importância para a humanidade.

Como visitar museus de graça – ou quase!

18 de Maio é comemorado o Dia Internacional dos Museus e o que muita gente não sabe é que é possível visitá-los gratuitamente. Museus em todo mundo reservam um dia na semana (ou um horário) em que as portas ficam abertas para quem quiser realizar uma visita e ficar um pouco mais informado, além de estar frente a frente com grandes marcos da história e da cultura.

É comum também que várias cidades pelo mundo, como Paris, Veneza, Nova York, Roma, Berlim etc, ofereçam passes para museus e outras atrações turísticas. O viajante compra o passe por um valor X e o mesmo pode visitar vários museus/atrações dentro de um determinado período.

Em Paris, por exemplo, funciona assim: dois dias consecutivos de entradas livres custa 48 euros. No caso parisiense, além de mais econômico, ainda há a vantagem de se evitar longas filas cheias de turistas querendo ir no mesmo museu que você.

O Rio de Janeiro também oferece o próprio passaporte dos museus, mas ele funciona como um passaporte mesmo: a cada visita, uma carimbada – servindo, assim, de recordação. Ele é gratuito e o principal ponto de resgate é o CCBB (fechado às terças), por estar no Centro. A diversão dos carimbos vai um pouco além: no Forte de Copacabana, quem tem o passaporte, consegue entrada gratuita – sem passaporte, o ingresso custa R$ 6. No MAR, o passaporte garante entrada gratuita aos domingos, sem ele: R$ 8. No MAM, o “documento” viabiliza entrada gratuita durante a quarta-feira toda, quando a entrada livre começaria apenas às 15h. Antes disso, o ingresso sai por R$ 14.

Aproveite seus benefícios

É sempre válido lembrar que várias pessoas podem aproveitar benefícios para pagar meia-entrada em museus e outras atrações culturais ou, até mesmo, entrar sem pagar nada. O benefício mais comum é o de estudante que, ao apresentar a carteirinha da instituição, paga 50% do valor total do ingresso. Jovens abaixo dos 12 e maiores de 65 também costumam pagar, pelo menos, 50% do ingresso. Outras instituições garantem ao professor municipal ou estadual a meia entrada também.

Museu Imperial em Petrópolis. Foto: @rebeccaalbino

Museu Imperial em Petrópolis. Foto: @rebeccaalbino

Museus com entradas gratuitas de Norte a Sul

Falamos que praticamente todo museu reserva um dia ou um horário para que a entrada seja gratuita aos visitantes. No entanto, são inúmeros os museus com entrada grátis espalhados de Norte a Sul do país com atrações incríveis!

Alguns exemplos práticos:

Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), com sedes no Rio de Janeiro, Distrito Federal, São Paulo e Belo Horizonte, frequentemente recebe exposições de destaque e não cobra entrada em nenhum dos seis dias da semana em que está aberto.

A Caixa Cultural, que também possui representações em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, também abriga exposições expressivas sem cobrar nada por isso.

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema, em Fortaleza, tem uma construção incrível e abriga obras de artistas locais e internacionais. Por quanto? De graça!

Petrópolis, a Cidade Imperial, só tem dois museus com cobrança de entrada – o Museu Imperial (R$ 10, inteira) e o Museu Casa de Santos Dumont (R$ 8, inteira) -, o restante é gratuito.

Assim como nosso país, a listagem completa de museus gratuitos pelo Brasil é grande, um prato cheio para quem curte! Mas para ajudar, felizmente, há um guia imperdível (e disponível online) que o futuro visitante pode consultar quantas vezes quiser.

O guia, elaborado pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus), possui várias informações, como horários, telefone, site, acessibilidade e se é gratuito ou não. Quando a entrada no museu é de graça, vai aparecer um ingresso com a letra G. Se for pago, é o mesmo ingresso, mas com um $ na frente.

Consulte museus gratuitos na Região Norte, Região Nordeste, Região Centro-Oeste, Região Sudeste e Região Sul.

Fale com sua família e amigos e se organize para visitar os museus do Brasil e do mundo! 🙂

 

 

Comentário

  • O Museu Sacaca, na cidade de Macapá, no Amapá oferece entrada gratuita todos os dias e tem um diferencial pois sua exposição é a céu aberto, interativa e nos leva a fazer uma viagem no tempo. Onde tudo ali é de tamanho real, podemos andar de barco (regatao) e ainda podemos chegar perto de várias espécies de árvores amazônicas como o pau Brasil e contemplar a vida marinha e alimenta-las em seu habitat natural.
    Saindo do Museu ainda pude vivenciar a cultura amapaense através de sua música e me deliciar com as iguarias da cozinha local.
    Fiquei maravilhada com experiência, pretendo voltar mais vezes… recomendo!