Dúvidas do Viajante

Viagem com animais de estimação: confira os documentos!

Levar seu animal de estimação para viajar de avião exige certos cuidados e atenção. Você precisará mandar bem com a caixa de transporte, o bem-estar do bichinho durante a viagem, além, é claro, dos documentos para o embarque. É importante também ficar de olho em outros detalhes que vão variar conforme o destino do seu voo.

Reunimos informações das principais companhias aéreas brasileiras sobre a documentação necessária para o embarque nacional e internacional (quando houver) de cães e gatos. Tudo que você precisa saber para garantir um embarque dentro das normas estão abaixo, mas, em caso de dúvidas, sempre sugerimos que entre em contato com a companhia aérea de preferência para viajar tranquilamente.

Documentos necessários para viajar com animais na AZUL

  1. Comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da ampola utilizada. A vacina tem que ter sido tomada entre 30 dias e um ano antes do embarque.
  2. Atestado de saúde do animal: o documento deve ter sido emitido por um médico veterinário, com validade de 10 dias da data de emissão.

Small dog maltese sitting in the suitcase or bag and waiting for a trip

Documentos necessários para viajar com animais na GOL

Voos domésticos

  1. Atestado Sanitário: deve constar no documento que o animal de estimação está em boas condições de saúde. O documento é válido por dez dias após a data de emissão.
  2. Carteira de Vacinação: é obrigatória para o animal a partir dos 3 (três) meses de idade. Ela deve ter sido aplicada há mais de 30 (trinta) dias e menos de 01 (um) ano.

Voos internacionais

  1. Atestado Sanitário: deve constar no documento que o animal de estimação está em boas condições de saúde. Deve ser emitido 10 dias antes da emissão do CVI.
  2. Carteira de vacinação: obrigatória para animais a partir dos 3 (três) meses de idade. Deve ter sido aplicada há mais de 30 (trinta) dias e menos de 1 (um) ano.
  3. Certificado Veterinario Internacional – CVI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 (sessenta) dias corridos a partir da emissão.
  4. Certificado Zoosanitário Internacional – CZI: certificado emitido para voo internacional. Válido por 60 (sessenta) dias corridos a partir da emissão.

Documentos necessários para viajar com animais na LATAM

  1. Atestado do veterinário emitido até 10 (dez) dias antes do embarque. Nele deve constar que o estado de saúde do bichinho o torna apto para viajar.

Atenção: Cada país de destino e conexões podem exigir documentos específicos, como vacinas e atestado sanitário. Para mais informações, acesse iatatravelcenter.com (em inglês) ou entre em contato com o Consulado do país de destino.

Documentos necessários para viajar com animais na Avianca

  1. Certificado de vacinação antirrábica para animais de estimação com mais de 03 (três) meses de idade. Deve constar o nome do laboratório produtor, assim como o tipo de vacina e o número da ampola utilizado. É importante que a vacina seja aplicada entre 30 dias e um ano antes do embarque;
  2. Atestado sanitário emitido pelo médico veterinário. A validade deste é de 30 dias a partir da data de emissão.

Atenção: Filhotes menores de 03 meses (sem a primeira vacina), só poderão embarcar com autorização expressa do veterinário.

E no caso dos cães-guia?

Cães-guia (assim como cão-ouvinte ou cão assistente) têm passe especial nos aviões, a maior parte das empresas aéreas não cobram taxas por transportá-lo e, mesmo pesando mais que o permitido em cabine (entre 7-10kg), ele geralmente pode acompanhar o dono durante o voo.

Para que ele possa viajar na cabine junto ao dono, é necessário que o passageiro tenha a identificação do cão, assim como o comprovante de treinamento e as vacinas do cachorro.

Em voos nacionais geralmente é pedido:

  1. Carteira de identificação com: nome do usuário e do cão, nome do centro de treinamento ou do instrutor, número do CNPJ do centro ou CPF do instrutor, foto do usuário e do cão.
  2. Placa de identificação com: nome do usuário e do cão, nome do centro de treinamento ou do instrutor, número do CNPJ do centro ou do CPF do instrutor.
  3. Carteira de Vacinação atualizada com: comprovação da vacina múltipla, da vacina anti-rábica e do tratamento anti-helmíntico. Todas feitas por um médico veterinário credenciado.

Em voos internacionais geralmente é pedido:

  1. Carteira de identificação com: nome do usuário e do cão, nome do centro de treinamento ou do instrutor, número do CNPJ do centro ou CPF do instrutor, foto do usuário e do cão.
  2. Placa de identificação com: nome do usuário e do cão, nome do centro de treinamento ou do instrutor, número do CNPJ do centro ou do CPF do instrutor.
  3. Certificado Zoossanitário Internacional: feito pelo Posto de Vigilância Agropecuária Internacional, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Atenção: Voos a partir de Carajás ou com destino a Fernando de Noronha

Quem for embarcar com animal de estimação a partir de Carajás, deve solicitar autorização do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. Os documentos que devem ser enviados ao Instituto são:

  1. Documento original de identificação oficial com foto do titular da passagem aérea;
  2. Documento original do atestado de saúde do animal, emitido por veterinário;
  3. Documento original da carteira de vacinação no animal.

Se você for acompanhado do seu animal de estimação para Fernando de Noronha, você deve solicitar a autorização previamente à Administração do Arquipélago de Fernando de Noronha. O telefone é (81) 3619-0810

25 Comments