Dúvidas do Viajante

Seguro viagem: tire suas dúvidas!

O seguro viagem é um daqueles serviços que a gente paga esperando nunca precisar usar. Afinal, ninguém quer perrengue antes, durante ou na volta de uma viagem!

O serviço busca cobrir a maior parte dos problemas que podemos ter durante o tempo longe de casa, tais como voos que atrasam, malas que somem, um braço quebrado enquanto se pratica um esporte, o ciso que simplesmente resolve aparecer etc. A variedade de coberturas vai variar conforme a empresa ou o plano escolhido. Além, é claro, da necessidade de cada viajante.

Por que ter um seguro viagem?

Simplesmente para ter uma segurança a mais durante a sua viagem, caso alguma coisa aconteça – seja dentro ou fora do Brasil. Conforme falamos antes, os serviços e facilidades do seguro viagem vão variar conforme o plano ou empresa escolhida. Para se ter ideia, algumas cobrem até fiança, outras não cobrem uma eventual ida ao dentista. Os serviços mais básicos envolvem cobertura hospitalar, mala extraviada por mais de um dia, bagagem roubada e assistência jurídica.

Se eu precisar, como aciono o seguro viagem?

Depois da contratação, o comum é que a seguradora envie um email com todas as especificações e coberturas do plano escolhido. Por sinal, uma boa imprimir essa mensagem e deixar entre seus documentos.

Neste email terão os telefones de atendimento para onde você deverá ligar caso precise de assistência. O serviço funciona todos os dias da semana, durante 24 horas. Geralmente o atendimento é feito em português, mas é sempre bom verificar antes da contratação, a não ser que você (ou as pessoas que lhe acompanharão) dominem outro idioma.

Cuidados ao adquirir um seguro viagem

É claro que todo mundo quer economizar durante uma viagem, mas não saia comprando nada apenas pelo preço. Ao adquirir um seguro viagem, é importante ler as letras mais miúdas do pacote oferecido antes de fazer a sua escolha.

Para quem está com viagem marcada para a Europa, por exemplo, pode ter uma surpresa se só perceber no destino que o seguro saúde não tem a cobertura mínima pedida (ver mais em Atenção para o Tratado de Schengen).

Pode ser que o seguro viagem com um preço em conta demais não ofereça coberturas suficientes para possíveis despesas. Tente sempre fazer a melhor relação custo-benefício, focando nas coberturas mínimas, na hora de contratar um seguro.

Atenção para o Tratado de Schengen

Se você está indo viajar para a Europa, provavelmente já esbarrou algumas vezes com o tal Tratado de Schengen durante suas pesquisas. O Tratado de Schengen é um acordo feito entre alguns países (são 25, confira a lista abaixo) do continente europeu para controlar a visita dos turistas. A principal regra do Tratado é a contratação obrigatória de um Seguro Viagem, onde o serviço de assistência médica e hospitalar tenham cobertura mínima de 30 mil euros.

Os países da Europa que exigem o seguro viagem são: Bélgica, França, Alemanha, Luxemburgo, Holanda, Itália, Portugal, Espanha, Grécia, Áustria, Suécia, Noruega, Islândia, Finlândia, Dinamarca, Eslovênia, Eslováquia, Polônia, Malta, Lituânia, Letônia, Hungria, Estônia, República Checa, Suíca, Romênia e Bulgária.

paris

Quais países exigem o seguro viagem?

Como falamos anteriormente, 27 países da Europa, que fazem parte do Tratado de Schengen, exigem que o visitante faça um seguro viagem. São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça.

Se você quiser visitar Cuba, também é obrigatório ter um seguro viagem. Você pode adquirir antes do embarque ou no próprio aeroporto, sem problemas;

Quem quiser ir fazer intercâmbio na Austrália também vai precisar ter o seguro saúde Overseas Students Health Cover (OSHC).

Quanto custa um seguro viagem?

Não temos como dizer ou garantir um valor fixo. Pesquisando, encontramos ofertas de seguros para viagens internacionais que giram em torno dos R$ 150 e vão até uns R$ 700. O valor final dependerá de alguns fatores para ser calculado, como:

  • Origem do seu voo;
  • Destino da viagem (varia de nacional para internacional);
  • Se, durante sua viagem, você irá visitar algum país onde o seguro seja obrigatório ou tenha alguma exigência especial;
  • O número de dias da sua viagem;
  • O estilo da viagem: lazer (se terá prática de esportes radicais ou não), negócios, estudo, viagem em grupo;
  • Idade;
  • Plano escolhido – onde o valor das coberturas é o principal ponto de atenção.

É importante dizer que, para fazer este post, buscamos ser o mais completo possível. Nem todos os itens listados acima realmente fazem uma diferença expressiva no preço final, mas são perguntas comuns de serem feitas ao orçar um seguro.

Como fazer um seguro viagem?

É fácil, rápido e pode ser feito online sem qualquer problema até mesmo um dia antes do embarque (mas procure sempre contratar serviços importantes com mais antecedência). As cotações geralmente são feitas através dos sites das seguradoras ou agências, então é bem fácil fazer a comparação de preços e decidir logo de cara.

O certificado do seguro é enviado para seu email e é só imprimir para garantir a cobertura do serviço!

 

Gostou deste post? Ficou com alguma dúvida? É só deixar sua mensagem nos comentários que iremos responder 🙂

3 Comments

Deixar um comentário