Dúvidas do Viajante

Pamukkale, o castelo de algodão

Pamukkale é uma jóia rara situada no coração da Turquia famosa por seu conjunto de piscinas termais de origem calcária.

Esse certamente é um dos cenários mais impressionantes que se pode ver na vida. Pamukkale é uma cidade na Turquia famosa por seu conjunto de piscinas termais de origem calcária. Com o passar dos séculos, se formaram bacias gigantescas de água aquecida que descem em cascata apresentando um cenário inacreditável.

Em português, o nome Pamukkale significa “Castelo de algodão” e observando o local, é fácil perceber o porquê deste nome. As formações de calcário se apresentam como estalactites, prateleiras e piscinas  com águas cristalinas que emergem da terra com a temperatura entre 35ºC e 50ºC.

Na década de 80, o local sofreu um “boom” turístico, o que estava acabando com as propriedades naturais do local. A situação já está sendo revertida e a entrada no parque, assim como a construção de novos hotéis e estradas, estão sendo fiscalizados. Hoje o parque é protegido e se pode entrar para banho somente em algumas piscinas.

Pamukkale foi considerado Patrimônio Mundial da UNESCO em 1988 junto com Hierápolis, antiga cidade turca onde estão localizadas importantes ruínas greco-romanas e bizantinas. O local era muito visitado pelos romanos que acreditavam que estas águas tinham o poder de cura e por isso também é possível encontrar por lá muitos sarcófagos de pessoas doentes que procuravam a cura nas águas termais de Pamakkule.

Até Cleópatra era frequentadora das termas e a pedido dela foi construída uma piscina de água corrente que ficou conhecida posteriormente como “Piscina de Cleópatra”. Entre as ruínas mais visitadas da cidade de Hierápolis está o anfiteatro que oferece ao turista uma vista incrível do vale.

Se interessou ainda mais pela Turquia? Não perca amanhã outro post sobre o país que está dominando o blog do Mundi essa semana.