Dúvidas do Viajante

Museus da Europa batem recordes de visitantes

Museus de Madri e Paris receberam mais visitas em 2010. No Louvre, o brasil ficou em segundo lugar em número de visitantes.


O número de visitantes de museus europeus cresceu em 2011. O Museu com maior número de crescimento, dentre os que divulgaram os números informacionais, foi o Museu Rainha Sofia, em Madri.  Já no Louvre em Paris, os brasileiros foram o segundo pais que mais levou turistas ao local.

Em dados divulgados essa semana, observou-se que o número de visitação cresceu 5% e até quase 20% em alguns casos. Em 2011, o Museu Rainha Sofia acolheu 20 exposições temporárias, inaugurou a terceira parte da coleção permanente e incrementou a oferta de atividades públicas.

Ainda em Madri, outro museu que viu seu número de visitantes aumentar foi o Museu do Prado. Considerado um dos principais museus da cidade espanhola, o Prado teve a marca de 2,9 milhões de visitantes,  um aumento de 9%. O seu recorde anterior era de 2,7 milhões de visitas anuais, alcançado pela primeira vez em 2007, ano em que o museu inaugurou uma nova ampliação, marca que se manteve durante os últimos anos.

Já em Paris, o Louvre, o dos museus mais conhecidos do mundo, também viu seu número de visitantes crescer. Com 8,8 milhões de pessoas no ano, houve um aumento de 5% em relação ao ano de 2010. Com esse número, o  Louvre acabou se estabelece como um dos museus mais importantes e visitados do mundo.

O recorde do Louvre pode ser explicado pelo sucesso das exposições paralelas realizadas em 2011, que atraíram 510 mil pessoas (aumento de 22% em relação a 2010), destacando-se, entre elas, “Rembrandt e a figura de Cristo” e “No reino de Alexandre o Grande”. Essa alta aconteceu, também, devido à visitação estrangeira (66%). Nesse campo, os brasileiros se destacaram: ficaram apenas atrás dos Estados Unidos dentre os turistas que mais visitaram o museu.

Deixar um comentário