Inspiração

Viajar sozinho, sim!

viajar-sozinho

Viajar sozinho pode ser impensável para muita gente, mas há um número alto de turistas que estão esperando só um empurrãozinho para conhecer um pouco mais do mundo sozinhos. E quando falamos em conhecer um pouco mais do mundo, estamos falando de uma forma completa: não apenas paisagens, como também pessoas, comidas, atrações e a si mesmo.

Pegar a mochila (ou a mala) e sair por aí, distante da tão falada zona de conforto, requer coragem: serão vários os momentos que serão você e você. Isso proporcionará mais do que uma viagem física, também será um momento de auto-conhecimento. E isso não é motivo para se assustar, não, hein! Se surpreender com você mesmo pode ser uma das melhores coisas que podem acontecer.

O mundo hoje está muito mais conectado e informação pulula em todo o lugar graças a Internet. Dificilmente você irá parar em algum lugar sobre o qual ninguém nunca tenha falado nada. E, se for o caso, provavelmente você irá escrever sobre sua experiência, enriquecer o ambiente e pessoas depois de você o amarão por causa disso. O melhor momento para se viajar sozinho é, provavelmente, daqui pra frente.

Se você está animado e quer fazer algo diferente, mas ainda está um pouco receoso, fique por aqui. Neste post vamos falar um pouco sobre viajar sozinho. Entre no papo e troque uma ideia! Puxe o assunto com você mesmo ou com seus amigos e parentes. E, claro, compartilhe aqui com a gente!

1 – Viajar sozinho é uma decisão que começa antes do embarque

A decisão de viajar sozinho começa muito antes do embarque. Você tem férias, tem dinheiro e quer muito viajar. Pintou uma promoção legal e você começou a falar com as pessoas, mas… ninguém-estava-disponível.

Ou: você quer conhecer o lugar TAL, mas todo mundo só quer conhecer o lugar X e só querem ir se for assim, assim ou assim. As complicações começam e você já está cansado.

Só quem passou por situações assim sabe o quanto pode ser frustrante, dá vontade de jogar tudo pro alto. Mas você vai deixar de viajar por causa disso?  Viajando sozinho, você é quem decide tudo: quando ir, para onde ir, que tipo de viagem irá fazer.

2 – Viajando sozinho você decide tudo

Não tem jeito: chega uma hora para quem viaja em grupo (ou em dupla) que alguma parte irá abrir mão de algo pelo outro. Seja uma atração não tão legal, um dia de compras que você não quer fazer ou ir a um restaurante supercaro que você não tem lá tanto dinheiro pra bancar. Essa situação fica ainda mais complicada quando é uma viagem de período curto. Viajando sozinho você decide seu roteiro e desenha a viagem de acordo com ninguém menos que você mesmo.

Mulher ralaxando lendo um livro.

3 – Viajando sozinho você pode até mesmo fazer NADA

Sim, fazer vários nadas simplesmente porque você quer passar um dia calmo, como um domingo em casa, mas em um lugar diferente. A viagem é só sua, você pode tudo! E isso vale principalmente se você ficou ligado no 220 a viagem inteira. Sem dizer que é um charme poder passar um dia preguiçoso no Rio, em Paris ou qualquer outro lugar.

Amigos reunidos para foto.

4 – Viajar sozinho é ótimo para conhecer novas pessoas

Pensar em viajar sozinho pode fazer o batimento cardíaco de muita gente acelerar, mas está longe de ser um caminho solitário. Pelo contrário! Viajar sozinho nos deixa muito mais abertos a conhecer novas pessoas do que quando estamos em dupla ou com nosso próprio grupo. Quando estamos acompanhados de alguém, estamos acompanhados da nossa zona de conforto e nem sempre é fácil conhecer novas pessoas dessa forma, mesmo querendo fica mais difícil.

O Hailton, do Reconhecendo Amigos, é prova viva disso: ele está dando a volta ao mundo sozinho, em uma missão que muitos considerariam impossível – reconhecer amigos pelo globo. Ele disse para a gente que “Sozinho você está mais aberto para fazer amizade, porque na real não quer ficar só o tempo todo. Há momentos que sim, é necessário, mas é sempre melhor ter uma companhia estranha para comer algo ou fazer algo mesmo. É meio contraditório dizer isso, mas há diferença entre conhecer alguém viajando e já sair de casa com alguém. Não acho que uma forma é pior do que a outra, é só uma constatação.”

5 – Viajar sozinho é estar aberto para novas experiências

Não tem jeito: viajando sozinho você absorve muito mais do destino escolhido, acaba quebrando paradigmas e cresce como pessoa, mesmo já sendo adulto :) Você acaba aprendendo a se virar mais – e aprender a se virar pode ser uma arte! Você percebe que as outras pessoas têm riquezas próprias e esses pequenos detalhes acabam abrindo sua mente para o mundo que vivemos. Não se engane, viajar sozinho aumenta sua capacidade criativa e social!

Pessoas fazendo trilha numa viagem de aventura.

6 – Viajar sozinho é vencer desafios

Como dissemos antes, se surpreender é incrível! O sentimento de superar obstáculos (mesmo que pequenos, como pedir informação na rua – algo medonho para muita gente), vencer medos e se livrar do pensamento de sempre são pontos que você conquista durante uma viagem, mas que estará contigo pelo resto da vida.

7 – Viajar sozinho não é perigoso como dizem

É mais ou menos como comparar ao estilo de vida que você leva hoje. Você anda sempre acompanhado de um segurança ou de um grupo de pessoas? Provavelmente não, né? E a não ser que você vá para alguma região que está em sérios conflitos, não há motivo para ter medo. Por sinal, sozinho você chama menos atenção do que estando no meio de um grupo de turistas com câmeras na mão. Tomando os mesmos cuidados que tomamos em qualquer cidade grande ou desconhecida, não há com o quê se preocupar.

Uma forma de se sentir mais seguro é manter alguns telefones-chave por perto (como o telefone da embaixada ou de alguém que é conhecido de alguém que more por ali) e outra é adquirir seguro-viagem.

8 – Existem várias formas de começar a viajar sozinho

Se você está acostumado a viajar em grupo, mas está querendo muito viajar sozinho, comece devagar: não vá direto escalar uma montanha ou algo extremo assim. Procure viajar para fazer um curso fora, para ir a um show em algum estado vizinho ou para uma cidade relativamente próxima da sua em um fim de semana ou feriadão.

 

Veja também: Melhores lugares para quem quer viajar sozinho!

2 Comments

Deixar um comentário

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkdin
Share On Pinterest