Destinos

Um Lugar Diferente: Amazonas!

amazonas

Que tal conhecer um pouco mais do Brasil e se aventurar no Amazonas? Visite um lugar diferente conhecendo tudo aqui!

Nossa lista de lugares diferentes para viajar não para de crescer. Hoje mais uma entrou para nosso mapa particular: o estado do Amazonas! Lá no norte do país, o Pulmão do Mundo nem sempre é um destino muito procurado pelos turistas brasileiros. Mas quem vai, garante: é um lugar incrível que impressiona desde o alto do avião até a ida a vários passeios.

O principal destino para quem pousa no estado do Amazonas, geralmente na cidade de Manaus, é a Amazônia. Nesta região, temos a Floresta Amazônica: rica em biodiversidade, apresenta uma fauna que corresponde a 80% das espécies no Brasil e, ainda mais impressionante, a flora conta com algo em torno dos 10 e 20% das espécies vegetais de todo o planeta! Não podemos esquecer também que o os rios da Amazônia figuram a maior reserva de água doce do mundo.

Vamos destrinchar um pouco sobre a região para que você saiba tudo sobre a Amazônia e a considere para seu próximo destino!

Quando ir

Entre Maio e Junho são ótimos meses para ir visitar o estado. Entre Fevereiro e Abril costuma chover muito e entre Setembro e Novembro é um período muito seco e quente. Outro detalhe enriquecedor do intervalo que vai entre Maio e Junho é que o nível do Rio Amazonas está alto, prometendo experiências ainda mais únicas.

Quanto tempo ficar

Vários viajantes relatam que entre cinco dias e uma semana está de bom tamanho. Ficar pouco tempo pode ser frustrante por não conseguir ver muito e, por outro lado, ficar mais do que o citado pode gerar outro tipo de frustração: a ideia de estar vendo reprises. Se você estiver com alguns dias a mais de férias, a dica é procurar dividir com outros lugares do estado.

Dependendo do número de dias que você tem para viajar, vale considerar Alter do Chão, famosa pela praia de areia branquinha e ares boêmios. Além, é claro, de Manaus – a maior cidade do estado.

Como chegar

A rota mais fácil para a Floresta é através de Manaus – o que é ótimo, pois é mais um lugar para conhecer!

Valores

Visitar a região Amazônica, infelizmente, não é o passeio mais barato que você encontrará em sua vida de viajante. No entanto, não é necessário se assustar e nunca mais querer voltar a ouvir disso. O turista encontra opções de hospedagem e preços acessíveis para as passagens de avião (principalmente se você comparar preços no Mundi), o que já ajuda muito.

Mosquitos

Uma das maiores preocupações em que esbarramos quando o assunto é floresta é com o tal do mosquito. Mas aí vai uma boa notícia e um agradecimento para a Mãe Natureza: o rio Negro, onde fica a maior parte dos hotéis de selva, tem em suas águas um grau de acidez bastante elevada. Isso significa que os insetos não se proliferam. Você encontra mais pernilongos em outras regiões do que lá.

De qualquer forma, fique sempre do lado seguro: leve repelente, consulte seu médico para tomar Complexo B e, durante os passeios, procure estar de calça e camisas de manga comprida!

floresta-amazonica

Na mala – o que levar

Além de repelentes, antialérgicos e todo material comum de uma viagem (a famosa farmacinha), dê preferência para as roupas leves, chapéu ou boné, biquini, maiô ou sunga e tênis confortáveis para longas caminhadas.

O que fazer

Por lá você pode ir fazer a observação de jacarés, realizar longas caminhadas e respirar o ar puro da mata, visitar uma comunidade indígena e comprar artesanato, pescar piranha (aventura!), ir ao encontro das águas e, claro, fazer o passeio para ver o boto cor-de-rosa.

Dica

Leve dinheiro em espécie, para estar do lado seguro da força, mas principalmente por causa do passeio até a comunidade Indígena. Por lá sempre tem o que se comprar e não há maquininha de cartão :)

Esses dados foram dados foram pesquisado em http://floresta-amazonica.info/.

Deixar um comentário

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkdin
Share On Pinterest